fbpx

Em geral, com o crescente desenvolvimento da tecnologia no mercado, podemos perceber o surgimento de diversas ferramentas, capazes de otimizar ainda mais o nosso dia a dia. Com a acessibilidade à internet e o desenvolvimento de celulares, computadores e tablets, adquirir produtos e serviços está a um clique de distância, apenas.

Sendo assim, percebendo esse novo comportamento de consumo, as empresas passaram a digitalizar suas atividades, a fim de conquistarem novos públicos pela internet. No entanto, as estratégias para captação através das mídias sociais são inúmeras, graças ao marketing digital.

Sabemos que as palavras-chave são a “alma” de nossas ações orgânicas e pagas nas plataformas digitais. No entanto, as palavras-chave tendem a ser divididas em long tail e head tail.

Quer saber mais sobre o assunto? Confira nosso post e saiba tudo sobre o marketing de cauda longa e por que ele é tão importante no mundo atual.

O que significa o termo “cauda longa” no marketing?

Antes de tudo, podemos definir que esse termo acabou recebendo um grande destaque depois de uma publicação realizada pelo grande autor Chris Anderson relacionado a esse tema. O termo viralizou de tal forma, que acabou sendo bastante procurado e aplicado pelas empresas, especialmente agências de marketing.

De forma geral, definimos que a cauda longa é basicamente uma estratégia que busca atingir diversas coisas com uma procura mais baixa — ao invés de focar em poucas coisas, mas com muita demanda de pedidos. Para entendermos melhor esse conceito, basta pensarmos no mercado varejista.

Se formos citar um exemplo desse mercado, podemos lembrar da drogaria Araújo. Isso porque a marca tende a fazer a comercialização de diversos itens de cunho popular, enquanto a Cacau Show fornece somente chocolates.

Assim, podemos representar a cauda longa como a imagem de um dinossauro, por assim dizer. Vamos imaginar que ele esteja de pé, enquanto a sua cauda encontra-se no chão. Bem acima, no topo, consideramos aquelas coisas que tendem a ser mais genéricas, que ofereça mais demanda. No entanto, a quantidade pode acabar sendo limitada.

Por outro lado, a parte que envolve a cauda do dinossauro tende a se referir a questões mais específicas, porém com menor demanda. No varejo, conforme citamos acima, os produtos que se encontram em cauda longa tendem a ser mais rentáveis quando acumulados.

Long Tail e Head Tail: quais são as diferenças entre essas palavras-chave?

Quando o assunto envolve a questão do marketing de conteúdo, geralmente o que vem à nossa cabeça são as estratégias que podem ser criadas para chegarmos às primeiras posições nos motores de busca, como o Google.

Portanto, no marketing, palavras-chave que possuem cauda longa conseguem ajudar empresas a chegar nesse objetivo tão importante, e sobretudo, necessário.

Confira a diferença entre cada uma delas abaixo:

1. Head Tail

Quando nos referimos a head tails, geralmente elas estão relacionadas a palavras que tendem a responder somente uma pergunta: Por exemplo: “O que é e-mail marketing”? Para tornar a sua compreensão ainda melhor, vamos observar algumas palavras do tipo Head Tail:

  • Roupas masculinas;
  • Gestão de empresas;
  • Marketing;
  • Agência de publicidade.

Ou seja, o alto volume de buscas dessas palavras chama a atenção de qualquer pessoa que esteja buscando algo relacionado a termos relacionados, uma vez que essas palavras conseguem atingir diversos públicos. A desvantagem que podemos observar é que, com a grande quantidade de volume de buscas, também vem a concorrência, que pode ser enorme.

2. Long Tail (Cauda longa)

Se tratando da cauda longa, podemos entendê-la melhor colocando-a em um contexto. Vamos supor que um determinado usuário realize uma pesquisa no Google digitando o termo “marketing” no buscador. Com base nos resultados, o leitor poderá encontrar um curso de marketing, uma agência de marketing, uma estratégia, ferramenta, autor, etc.

Ou seja, a cauda longa serve justamente para segmentar melhor esses resultados de busca, fazendo com que o leitor encontre um assunto que esteja mais alinhado com suas expectativas. De forma prática, palavras-chave do tipo long tail costumam ser variações da palavra-chave principal de uma estratégia, por exemplo.

Se a palavra-chave principal é “marketing”, podemos construir variações dela, como por exemplo:

  • Marketing digital;
  • Marketing de defensores;
  • Curso de marketing de conteúdo;
  • Marketing de conteúdo.

Por que é necessário investir na cauda longa?

Para começar, uma das inúmeras vantagens de investir em marketing de cauda longa em suas estratégias que envolvem a elaboração de palavras-chave, é que ela consegue posicionar o seu conteúdo com mais facilidade em motores de busca, como o Google.

O fato de o seu conteúdo possuir uma concorrência muito menor — por ser mais específica — acaba se tornando um fator de sucesso para a conquista de clientes. Outro ponto importante a ser citado, é que o uso de uma palavra-chave long tail promove uma redução da taxa de rejeição do seu site. Isso porque os leitores serão encaminhados para conteúdos que sejam totalmente relacionados ao que buscam.

Com isso, qualificamos o nosso site ou blog, tendo um bom ranqueamento, e dessa forma, passa a receber ainda mais cliques. Com mais cliques, tendemos a fechar mais negócios. É uma excelente estratégia para quem deseja otimizar uma marca nos motores de busca, não é mesmo?

Conclusão

Conforme vimos, o marketing digital é fundamental nos contextos atuais, uma vez que as pessoas passam grande parte do dia conectadas.

Para que consigamos alcançar essas pessoas, precisamos de estratégias mais objetivas e direcionadas. Dessa forma, podemos perceber o quão importante a long tail (cauda longa) é importante para a competitividade de uma empresa, seja no tráfego orgânico ou até mesmo no tráfego pago.

Segmentar o público significa filtrar melhor os usuários conectados à internet e direcionar a sua marca para pessoas que oferecem maior potencial para se relacionarem com a sua marca.

Por esse motivo, não deixe de investir na cauda longa em suas estratégias de marketing, e caso queira aproveitar melhor essa estratégia, utilize ferramentas como Ubersuggest para encontrar boas palavras-chave de cauda longa e use o Google Analytics para verificar o comportamento dos leitores dentro do seu site ou blog.

Abrir conversa
1
Olá! 👋 Podemos ajudar?
Olá! 👋 Podemos ajudar?