No ramo da publicidade, não faltam modalidades diferentes para a remuneração pelos serviços da agência ou do profissional. Pode ser feito por comissão, de acordo com os resultados, por uma peça pontual ou pelo fee mensal. Este último é uma das formas de contrato mais comuns da área, mas às vezes parece que tem tantas variáveis que fica aquela dúvida se está cobrando o valor certo.

O fee mensal é um contrato que a agência define a taxa fixa que o cliente deve pagar por mês pelo tempo estabelecido no contrato. É um preço único por um conjunto de serviços típicos de publicidade, que varia de acordo com o que a agência vende e o que o cliente quer.

Como qualquer profissional da área sabe, as ações publicitárias têm mais efeitos em um trabalho em longo prazo. Estratégias soltas feitas por várias agências não tem nem de perto o mesmo poder de coordenar toda a comunicação de uma empresa de uma ponta a outra.

Fazer um contrato com fee mensal é ideal para um trabalho extenso desse nível. Assim, você garante que vai ser pago adequadamente enquanto seu cliente ganha a segurança de um serviço completo. Mas, com tanta informação a considerar, como definir um valor honesto? Continue com a gente que vamos ajudar você a saber o que levar em conta para nunca errar neste cálculo.

As expectativas e necessidades dos clientes

Cada empresa tem uma necessidade específica, então o fee mensal deve ser estabelecido de acordo com cada negociação. Conversar com o cliente e entender o que eles esperam da agência é fundamental para definir os termos do contrato.

Faça reuniões para descobrir o que o cliente quer. Além de ouvi-lo, faça perguntas e levante cenários para garantir que ele não esqueceu nada. Fale também o que a sua agência pode providenciar e como a estratégia de publicidade será montada. Deixe claro também todos os pontos do contrato, como serviços prestados, limites ou até extras.

Tire todas as dúvidas para garantir que nenhum ponto fique de fora que precise ser adicionado depois. Uma boa conversa é fundamental para saber o que está sendo pedido, sem desentendimentos. Assim você evita que tenha que acrescentar trabalhos depois, sobrecarregando os funcionários ou que o cliente fique insatisfeito com o que foi entregue.


BAIXE AGORA E-BOOK GRATUITO: Customer Success para Agências de Publicidade.

O tipo de fee mensal

Enquanto fee mensal é uma modalidade de remuneração bastante flexível, existem alguns subtipos que ajudam a guiar o contrato e o preço.

O primeiro é o fee mensal fixo, mais básico, que inclui apenas um valor fixo por mês para uma determinada quantidade de atividades. Tanto o serviço, quanto pagamento é fixo, sem adicionais, então tudo no contrato deve estar bem certinho.

O segundo é o fee mensal com adicional de job. Nele, além do valor programado, existe a possibilidade de incluir serviços (jobs) por fora por um preço a parte. Essa modalidade permite criar campanhas eventuais por fora do contrato, sem ter que renegociar o fee mensal por completo.

Por fim temos o fee mensal com extra de comissão. Aqui a agência fica responsável por terceiros, como gráficas, telemarketing e aluguel de espaços para eventos. Esses tipos de despesas não estão inclusos normalmente no contrato padrão. Como se trata de mais uma tarefa, a agência recebe um porcentual pelo agenciamento. É mais renda para você e menos responsabilidade para o cliente.

O custo por hora dos funcionários

Uma das melhores maneiras de definir um valor para o fee mensal é considerando o custo do trabalho da sua equipe por hora. De acordo com os serviços que o cliente desejar, você pode definir quem vai ser a equipe responsável por esse trabalho, entre criação, redação, redes sociais, etc.

Com a equipe definida, você vai precisar dividir o custo do salário de cada um dividido pelas horas de trabalho no mês. Assim você terá o valor/hora da equipe desse projeto. Lembre-se de considerar a dificuldade e exigências do cliente. Trabalho mais simples para empresa pequena, por exemplo, pode ter uma equipe reduzida com funcionários de nível júnior para um fee mensal mais em conta.

Esta é uma boa medida porque dificilmente um serviço vai levar o mesmo tempo todas as vezes, ainda mais porque estamos falando de profissões criativas. Se você basear o fee mensal em um preço tabela por atividade, você pode gastar mais horas do que o necessário nisso sem ganhar a mais.


Confira o nosso post sobre Timesheet: Descubra como usar essa ferramenta para gerenciar o tempo da sua equipe

O volume de trabalho

Acompanhado do custo por hora dos profissionais, é preciso considerar a quantidade de horas que será gasta com cada cliente. Ao montar a estratégia das ações de publicidade, faça um planejamento detalhado das tarefas.

Calcule o volume de trabalho total e quantas horas será preciso em média para cada serviço. Assim, multiplicando o custo por hora com uma estimativa de horas a serem trabalhadas, você terá os elementos necessários para o cálculo do fee mensal.

Este valor é bem mais subjetivo, até porque não dá pra saber exatamente o tempo que vai levar e muito menos sua equipe vai parar de trabalhar quando atingir o tempo estipulado. Ainda assim, é uma etapa fundamental para um cálculo correto e até mesmo para organizar a sua agência. Afinal, planejamento é sempre importante para quem trabalha com publicidade.

Leia também: Por que o planejamento é tão importante para agência de promoção e eventos?

A margem de lucro

Até então nós estamos falando sobre como contabilizar quanto custa para realizar um conjunto de serviços. Agora chega o momento de juntar tudo para apresentar a proposta de fee mensal para o cliente. Mas, antes disso, não se esqueça de acrescentar uma margem de lucro.

Lembre-se que a sua empresa tem outras contas para pagar, como luz e internet, e também funcionários que não estão diretamente ligados ao serviço, como financeiro e RH. E, claro, você precisa de lucro para a sua agência crescer.

Com isto feito, você pode enviar a proposta para o cliente. Explique detalhadamente o porquê deste fee mensal e mostre como o custo vai ser transformado em benefício para o negócio dele. A maioria dos clientes tenta economizar com a publicidade, então não é má ideia estar aberto para negociação, mas cuidado para não exagerar e sair no prejuízo.

Um fee mensal equilibrado é uma ótima fonte de renda fixa para qualquer agência publicitária. Para fazer o seu rendimento valer ainda mais, ter o financeiro em dia é fundamental. Saiba como isso pode fazer a diferença e como colocá-lo em prática com o nosso artigo e e-book sobre gestão financeira para agências publicitárias.