fbpx

Com o crescente desenvolvimento tecnológico no mercado, podemos perceber o quanto mudou o comportamento do consumidor. Através de aparelhos cada vez mais práticos, comprar produtos, contratar serviços e se relacionar no meio digital está a um clique de distância. Nesse quesito, percebemos os processos relacionados ao marketing digital para a captação de novos clientes, que inclui a geração e nutrição de leads.

Através dessa disrupção de consumo, as empresas passaram a digitalizar seus serviços. E entre suas estratégias de captação, podemos perceber a importância do e-mail marketing. Essa estratégia dispõe de ferramentas para captar contatos de usuários e fazê-los se aproximar ainda mais da marca. O objetivo, no entanto, é que as conversões em vendas possam surgir continuamente.

Quer saber como melhorar esse processo de geração e nutrição de leads na sua empresa? Então, confira o nosso post até o final!

Leia mais: 5 dicas para melhorar o processo de qualificação de leads da sua agência.

Geração de lead: o que é e por que é tão importante?

Em geral, podemos dizer que um lead nada mais é do que um potencial consumidor que pode representar uma excelente oportunidade de negócio. Em outras palavras, trata-se de um consumidor que demonstrou interesse em um produto ou serviço e oferece todo o potencial para se relacionar com uma determinada empresa.

Isso ocorre quando um consumidor baixa um e-book, áudio, vídeo ou qualquer outro arquivo digital. Contudo, para que possa ter acesso, é necessário que esse consumidor deixe algum e-mail, telefone ou algum outro dado. O objetivo é que a empresa possa entrar em contato e estimular um relacionamento indireto através de novidades, promoções e curiosidades sobre a marca. Quando isso acontece, acabamos chamando esse consumidor de lead.

O que é nutrição de leads?

Diferentemente da geração, a nutrição de leads refere-se ao engajamento destes leads através do setor de marketing. O objetivo é construir um relacionamento com eles através de informações e conteúdos relevantes para fomentar o amadurecimento desses contatos.

Após convertermos os visitantes do seu site ou outra mídia social que se interessaram na sua marca, está na hora de avançar no funil de vendas. Nesse ponto, a empresa já possui o contato de cada um deles.

Portanto, no processo de nutrição de leads, a própria empresa se encarregará de estreitar ainda mais esse relacionamento, enviando conteúdos relevantes. E além de tudo, oferecendo todo o suporte que podem precisar.

Como nutrir os leads de maneira eficiente?

Para que possamos ter sucesso na nutrição de leads de uma empresa ou marca, sabemos que os conteúdos educativos são o combustível necessário para estreitar a relação. Por esse motivo, na etapa da nutrição de leads, devemos enviar informações que possam ajudá-los a tirar dúvidas e a conhecer soluções sobre a empresa em questão. Como também o valor que ela entrega e como seus produtos e serviços podem resolver suas dores, necessidades e objeções.

Aliado à criação e ao disparo desses conteúdos no e-mail marketing, também precisamos levar em consideração a obtenção de uma equipe feita unicamente para atender esse público. Sendo assim, o objetivo é resolver quaisquer problemas recorrentes quando o lead entrar em contato.

Já que a nutrição de leads é uma vertente do marketing digital, a ferramenta mais utilizada para nutrir os leads é o fluxo de nutrição. Essa ferramenta nada mais é do que uma sequência automatizada de e-mails, cujo objetivo é informar e educar leads de acordo com as principais dúvidas e necessidades.

Sendo assim, podemos seguir algumas etapas eficientes para otimizar e qualificar a nutrição de leads. Confira abaixo:

1. Defina o objetivo

Em geral, para que possamos criar um fluxo, é necessário definir o objetivo. Em outras palavras, é preciso elaborar a oferta que você deseja promover. Pode ser um evento, curso, produto, entre outros.

2. Defina a persona

Para que o fluxo da nutrição de leads seja eficiente para as pessoas, os e-mails devem ser segmentados. Com isso, conseguimos atingir as dores, necessidades e principais objeções do lead, fazendo com que a comunicação seja muito mais assertiva.

Dessa forma, definir a persona do fluxo, seu comportamento, perfil, e formas de se expressar é muito importante para o sucesso das estratégias de marketing.

Leia mais: Persona | Exemplos e passo a passo de como criar uma.

3. Defina o gatilho

Certamente, o gatilho é a ação do usuário que irá determinar se ele entrará ou não no fluxo, a fim de que a sequência de e-mails seja disparada. De forma prática, essa ação deve demonstrar o seu interesse em receber esses e-mails. Seja o caso de visitar a página de um determinado site, baixar um ebook, assistir a um vídeo, e entre outras questões relacionadas.

4. Crie os conteúdos do e-mail marketing

Após definir o gatilho, já é possível estruturar os e-mails e realizar a produção de conteúdos. Contudo, é preciso lembrar que a cada envio, deve-se aprofundar o conhecimento do lead, a fim de amadurecer cada vez mais a decisão de compra.

5. Formule o intervalo entre os envios

Após realizar o disparo de e-mails, é de suma importância definir o intervalo entre os próximos envios. Por esse motivo, busque definir um equilíbrio, a fim de não ser tão inconveniente com disparos muitos frequentes. Contudo, não deixe que as pessoas esqueçam a sua marca, optando por disparos mais espaçados.

6. Automatize os envios no sistema

Caso seja necessário, opte pela contratação de uma plataforma de e-mail marketing que obtenha todos os meios necessários para a nutrição. Dessa forma, automatizar seus disparos torna o seu tempo muito mais otimizado e prático com a nutrição de seus leads.

7. Analise os resultados continuamente da nutrição de leads

Após estruturar o seu e-mail marketing e nutrir os seus leads de acordo com suas estratégias, comece a acompanhar os resultados com base nas métricas de desempenho (KPIs). Dependendo dos resultados coletados, mude sua forma de gerar conteúdo, os dias de disparo, os gatilhos, e entre outros. A ideia é que sua marca consiga encontrar o melhor jeito de se comunicar com seus leads e seguir de acordo com suas estratégias de crescimento.

Conclusão

Conforme vimos, após a geração dos leads, a nutrição deles é de suma importância para a relação de cliente e marca. Portanto, agora que você já sabe como nutrir seus leads de maneira eficiente, que tal ampliar seu conhecimento sobre o assunto? Acesse o nosso blog e confira outras dicas importantes.

Curtiu o post? Então, compartilhe em suas redes sociais!

Open chat
1
Olá! 👋 Podemos te ajudar?
Olá! 👋
Podemos te ajudar?