fbpx

Primeiro de tudo, sabemos que o principal objetivo de uma empresa no mercado é gerar competitividade. No entanto, para que isso se torne possível, é necessário otimizar e qualificar os processos internos, a fim de oferecer soluções de valor aos nossos clientes.

No entanto, para que consigamos alcançar todos esses objetivos, é necessário entender a diferença entre criatividade e inovação, uma vez que são propostas distintas, mas que caminham juntas. Quer saber mais sobre o assunto? Então, confira o nosso post até o final e saiba a diferença entre criatividade e inovação.

Inovação e criatividade: o conceito de cada uma delas

Antes de mais nada, podemos definir que a criatividade nada mais é do que a própria habilidade de conseguir desenvolver algo novo, inédito! Assim, entendemos que processos e ações criativas tendem a ser inusitadas ou podem corresponder a questionamentos e tendências acerca do futuro.

Caso você seja responsável ou atue em uma agência, por exemplo, provavelmente já percebeu que é bastante comum encontrar pessoas mais criativas do que outras.

No entanto, é importante levar em consideração que a criatividade não se relaciona a nenhum tipo de personalidade pessoal ou temperamento. Na verdade, estamos falando basicamente de uma habilidade que pode ser devidamente estimulada, e o melhor, de forma constante.

Dessa forma, se formos exemplificar esse processo, diríamos que seria como estimular um músculo na academia todos os dias, a fim de torná-lo cada vez mais definido e tonificado. Logo, para que possamos nos tornar ainda mais criativos, podemos dispor de algumas atividades e processos, como por exemplo:

  • Abrindo-se para novas experiências, oportunidades e aprendendo coisas novas e diferentes do estilo comum;
  • Ter boas coleções para se basear/inspirar-se;
  • Participar de eventos, palestras e workshops que tem como principal objetivo o estímulo da criatividade;
  • Ter a mínima disposição para não fazer nada — acredite se quiser, mas o ócio também é um processo que estimula a criatividade.

Portanto, ao observarmos abertamente o conceito de criatividade, notamos que ela tem muita ligação com a arte! Por outro lado, a inovação está relacionada aos processos.

Logo, uma empresa pode possuir colaboradores extremamente criativos, mas podem trabalhar com modelos que não estão acompanhando a transição das atividades físicas para as digitais. Em outras palavras, o resultado advindo do trabalho é extremamente criativo, porém o suporte não é inovador.

Dessa forma, observamos também que a tecnologia é uma das principais áreas que tende a trabalhar ainda mais com inovação. Isso porque os serviços e produtos necessitam de constantes atualizações, já que são produzidos para melhorias contínuas — garantindo mais competitividade no mercado.

No entanto, uma ideia inovadora não precisa necessariamente estar relacionada à tecnologia! Se formos citar um exemplo disso, basta lembrarmos de uma fazenda comum que não consegue mais se sustentar através das atividades agro.

Com a estratégia certa, ela pode virar uma pousada inteiramente rústica, oferecendo experiências de como é a vida no campo aos hóspedes do local. Sendo assim, o mais importante disso tudo é perceber o impacto que a inovação oferece às pessoas.

Como perceber diferenças entre inovação e criatividade dentro de uma empresa?

Antes de tudo, para entendermos a diferença entre essas duas vertentes, vamos começar com uma simples pergunta: a sua agência já esteve com um prazo bem apertado para entregar um serviço ou solução aos clientes, mas acabou não conseguindo encontrar a ideia certa para fornecer? De forma prática, notamos que a criatividade se encontra ligada a todo esse ponto de processo, ou seja, na ideia.

Sendo assim, é totalmente comum que os funcionários caminhem pelos setores internos e conversem com outros colaboradores quando necessitam de novas ideias para se inspirarem. Dessa forma, sair da rotina pode acabar sendo uma boa opção para buscar a fonte correta de inspiração.

Assim, quando a pessoa deseja encontrar o gatilho certo, podemos presumir que esse funcionário entrou em um processo criativo — o que já é positivo, especialmente para quem está gerenciando o projeto, significando que o prazo do cliente poderá ser atendido de maneira eficiente.

Em geral, o fluxo de trabalho em uma empresa conta com saídas bem apertadas de entregas, especialmente em agências! Se não existe criatividade para otimizar as demandas, fica praticamente inviável desenvolver as tarefas.

Agora vamos imaginar que estamos atendendo um cliente que possui uma empresa de produtos naturais na internet. No entanto, mesmo que esse cliente já possua um número de tráfego orgânico (visitantes) mensal eficiente para a sua marca digital, esse cliente percebe que a quantidade de visitas é imensamente maior que o número de vendas.

Esse processo pode significar que a criatividade está funcionando de maneira adequada, porém a inovação não está sendo muito bem utilizada. Para esse cliente, algumas ideias podem surgir, como por exemplo:

  • desenvolver workshops que possam promover os produtos naturais do e-commerce;
  • investir em canais comunicativos que focam em atingir o público local, como o famoso mídia out of home e entre outras estratégias de geomarketing;
  • desenvolver panfletos de ideias e receitas que possam promover itens específicos;
  • entre outros.

Até o momento, percebemos que, mesmo que a inovação e a criatividade estejam em momentos diferentes, a criatividade está mais voltada para a elaboração de ideias. Por outro lado, a inovação está inteiramente relacionada à execução de uma atividade específica.

Conclusão

Conforme vimos, tanto a criatividade, quanto a inovação precisam caminhar juntas em uma empresa, especialmente aquelas que necessitam de entregar soluções e projetos a curto prazo! O diferencial competitivo dos negócios é a qualidade das demandas que são oferecidas aos clientes finais e dessa forma, precisamos levar esses dois pontos em consideração.

Podemos notar que a criatividade está relacionada com a construção de novas ideias para ampliar o processo produtivo. No entanto, para que essas ideias possam ser colocadas em prática de forma eficiente, entramos com o papel da inovação para otimizar esses processos, e tornar a oferta cada vez melhor. Afinal, o mercado não para de evoluir.

Portanto, entender as diferenças entre criatividade e inovação é um passo importante para tornar a sua marca ainda mais competitiva no mercado.

Abrir conversa
1
Olá! 👋 Podemos ajudar?
Olá! 👋 Podemos ajudar?