Um gestor ou gestora de uma agência de publicidade que se preze precisa conhecer os principais indicadores de desempenho que estão aliados ao seu planejamento estratégico. Isso significa que é preciso definir quais as métricas que podem ajudar a agência a alcançar a sua meta.

Esses indicadores de desempenho são chamados de Key Performance Indicators (KPIs), que em uma tradução literal significa Indicadores Chaves de Performance. A rotina de acompanhamento dos KPIs é indispensável para a mensuração do desempenho da agência.

Através da análise desses indicadores, é possível avaliar se os resultados esperados foram alcançados e se a empresa está seguindo pelo caminho correto. Caso haja um desvio, o ajuste dos indicadores auxilia na retomada da direção.

Mas, afinal, quais são os principais KPIs que podem ser utilizados em uma agência de publicidade? A resposta está nas próximas linhas deste post.

Contudo, antes de continuar, você sabe o que fazer para controlar o horário de trabalho da equipe? Uma ferramenta chamada de “Timesheet” pode ser a solução. Para explicar mais sobre ela, fizemos esse post em nosso blog.

Indicadores de leads

Os leads são as pessoas que, em algum momento, interagiram com a empresa através das redes sociais, um anúncio, preenchendo formulários, ligaram ou receberam uma ligação, baixaram um e-book, entre outros.

De forma resumida, os leads são oportunidades reais de negócios que estão ao alcance da sua agência. Contudo, o lead ainda não é um cliente. A conversão poderá ocorrer quando a pessoa for atraída por alguma estratégia de marketing desenvolvida pela empresa.

Por que o indicador de leads é importante? Apesar de ainda não serem considerados clientes, quanto maior o número de leads, maiores serão as possibilidades de concretização de uma venda.

Por isso, é muito importante desenvolver ações que promovam a captação contínua dessas oportunidades. Esse indicador pode ser dividido em leads gerados e leads qualificados.

Leads Gerados

Esse indicador considera todas as pessoas que demonstraram qualquer tipo de interesse pelos serviços da agência. Com esse número em mãos, o gestor tem mais condições de calcular outros importantes KPIs.

O acompanhamento desse indicador também permite que se conheça a origem do lead, ou seja, a partir do contato com qual canal que a pessoa conheceu e se interessou pela agência. Assim, é possível focar os investimentos na mídia que está atraindo mais leads.

Leads Qualificados

Diferente do KPI anterior, os leads qualificados são aqueles que, pela realização de algumas ações, estão mais propícios a se tornarem clientes da empresa. O Marketing Qualified Lead (MQL), como é chamado, precisa ser acompanhado mais de perto.

Custo de aquisição por cliente (CAC)

Uma das métricas mais conhecidas do marketing, o custo de aquisição por cliente é o resultado da soma de todos os investimentos que foram realizados nos setores de Marketing e Vendas dividida pelo total de pessoas que se tornaram clientes no mesmo período.

O CAC deve ser calculado mensalmente, pois é um indicador que também permite observar a saúde financeira da empresa. Porém, é normal que ocorram variações. Por exemplo, a contratação de um novo funcionário irá impactar negativamente nessa métrica.

Retorno sobre investimento (ROI)

O ROI é o indicador que permite saber quanto dinheiro a agência está ganhando, ou perdendo, em cada investimento que foi realizado. Além disso, é uma métrica que pode ser utilizada para acompanhar o negócio como um todo ou apenas um projeto específico.

O cálculo do ROI é feito a partir da subtração da receita pelo custo. O resultado dessa conta deve ser dividido novamente pelo custo e multiplicado por 100. O total obtido refere-se ao percentual de retorno alcançado.

A receita é todo o valor que foi arrecadado pela empresa ou por aquele projeto ou setor específico. Os custos são as despesas que foram feitas para viabilizar a empresa, setor ou o projeto. Contudo, o ROI é um indicador que tem suas limitações.

Indicadores de produtividade

Os indicadores de produtividade ajudam a avaliar a performance e a motivação da equipe. Existem duas formas eficazes de mensurar o desempenho deles.

Produtividade por funcionário

Criar um indicador que acompanhe a produtividade por funcionário consiste em ter uma análise quantitativa e qualitativa de funcionários que desenvolvam o mesmo tipo de atividade. Com esse número em mãos, é possível identificar quem é eficiente e quem precisa de treinamentos.

Contudo, a obtenção precisa dos dados não é simples. Para isso, é fundamental que haja um controle sólido do fluxo de trabalho da equipe e do tempo dispensado para realizar cada tarefa.

Produtividade da equipe por projeto

A melhor forma de mensurar a produtividade da equipe por cada projeto realizado é capturando informações referentes ao tempo que cada integrante dedicou à tarefa e os custos individuais e coletivos para a conclusão do projeto.

A partir desses dois indicadores de desempenho, o gestor pode alterar o cálculo para a precificação de um serviço ao cliente, mapear os custos que cada funcionário/equipe tem para a agência e avaliar se o custo-benefício do projeto é interessante ou não.

Nível de Pesquisa de Satisfação (NPS)

O Nível de Pesquisa de Satisfação pode ser considerado o indicador mais utilizado pelas empresas no mundo para medir a satisfação dos clientes com o produto ou serviço adquirido.

A forma mais comum de medir o NPS é permitindo que o cliente responda a seguinte pergunta: “Em uma escala de 0 a 10, qual a probabilidade de recomendar a agência para um amigo”?

A resposta numérica considera a seguinte escala de satisfação:

  •  Clientes que dão notas 9 ou 10 são considerados promotores da agência;
  •  Aqueles que concedem notas 7 ou 8 são classificados como indiferentes;
  •  Clientes que dão notas entre 0 a 6 são considerados detratores da empresa.

O NPS é obtido através da subtração entre o percentual de promotores e o percentual de detratores. Se o resultado variar entre -100 a 0%, a agência precisa melhorar seus serviços. Quando variam entre 0 a 50%, a agência está na Zona de Aperfeiçoamento.

Se o resultado for algo entre 50 a 75%, é a Zona de Qualidade que significa que a agência está no rumo certo. Por fim, quando varia entre 75 a 100% o cliente está muito satisfeito com os serviços prestados.

O acompanhamento dos indicadores de desempenho é essencial para a prosperidade da agência. Porém, exige que a empresa tenha uma gestão bem definida. Caso os seus processos ainda não sejam bem geridos, o Publi é um software de gerenciamento inteligente e dinâmico.

Além disso, qualquer empresa que deseja ter uma equipe eficiente e produtiva precisa acompanhar os seus funcionários de perto. Isso se chama gestão de pessoas. Você pode conferir um artigo em nosso blog no qual falamos um pouco sobre o assunto!

Sentiu falta de um ou mais indicadores de desempenho nessa lista? Comente aqui!

E aí, gostou do post? Então, compartilhe em suas redes sociais!